59 pessoas morreram fulminados em apenas três dias

 Cinquenta e nove pessoas morreram fulminados dentro de três dias em Bangladesh, um equilíbrio sem precedentes em um país acostumado a que o mau tempo na pré monção, informou um funcionário do Departamento de gestão de desastres, disse à AFP .

"Nós nunca enfrentou um grande número de mortes devido a um relâmpago", disse à AFP o apoio Ahmed, chefe de gestão de desastres.

A maioria das vítimas foram atingidas por um raio enquanto trabalhava em plantações de arroz.

O relâmpago é um fenômeno freqüente em tempestades tropicais que afetam Bangladesh antes e durante a monção de junho a setembro.

De acordo com o Departamento de gestão de desastres desde 2011 e até agora não foram em média 200 mortes por ano relacionadas com este fenómeno. O aumento do número de mortes causadas por um raio é explicada, de acordo com meteorologists Shah Alam, por desmatamento, especialmente por corte de árvores altas, tais como palmeiras, que tiveram o efeito de atracção de relâmpagos.

Por outro lado, os trabalhadores das plantações têm cada vez mais frequentemente em seus objetos metálicos, tais como telefones celulares, tornando-se vítimas de raios.

Fonte: Agerpres
0

Comentários - 0

Sem comentários

Adicionar um comentário

smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile
Caracteres restantes: 3000
captcha