Comprovado que a fibromialgia é real

Comprovado que a fibromialgia é real

Uma pesquisa recente revelou que a fibromialgia é real, ao contrário de muitas correntes médicas garantir que a fibromialgia não é realmente uma doença minimizando muitos sinais de que mais e mais mulheres (e homens, mas mais mulheres) estão a ter em todo o mundo.

Os investigadores encontraram anormalidades no cérebro de pessoas com fibromialgia, uma condição crônica cujos sintomas incluem dores musculares e fadiga. Alguns investigadores têm sugerido que a dor da fibromialgia é o resultado da depressão, mas o novo estudo sugere de outra forma. Anormalidades eram independentes dos níveis de ansiedade e depressão.

Pesquisa avaliou 20 mulheres diagnosticadas com fibromialgia e 10 mulheres saudáveis, sem a condição de que serviram como grupo de controle. Eles realizaram imagens do cérebro chamada de emissão de positrões computada fóton único ou SPECT.

As imagens mostraram que as mulheres com a síndrome tiveram alterações de perfusão cerebral no fluxo sanguíneo no cérebro. Anomalias correlacionados directamente com a gravidade dos sintomas da doença. Um aumento no fluxo sanguíneo foi encontrado na região conhecida de discriminar dor intensidade cérebro.

Estima-se que 2 a 4 por cento da população dos Estados Unidos Ele tem fibromialgia, e nove em cada 10 são mulheres. À medida que mais pesquisas como a licença de estudo anterior, isso deve acabar com a controvérsia sobre se a fibromialgia não é real.

E, sim, a fibromialgia é uma doença real, às vezes debilitante. Pessoas que sofrem muitas vezes se queixam de dor em todo o corpo, incluindo músculos, ligamentos e tendões com uma sensação de exaustão. Há também pontos normalmente sensíveis, ou lugares em seu corpo onde até mesmo uma ligeira pressão provoca dor intensa.

evidência física que a fibromialgia é real

As causas da fibromialgia são desconhecidas, embora alguns especialistas, como o Dr. Frederick Wolfe, diretor do Banco de Dados Nacional de Doenças Reumáticas e autor principal do artigo em 1990 que primeiro definiu diretrizes de diagnóstico para a fibromialgia, acreditam que o fibromialgia é principalmente uma resposta física ao estresse mental e emocional, depressão e ansiedade sobre os problemas económicos e sociais. Quase todas as pessoas com fibromialgia têm sofrido um componente emocional subjacente.

Isso não significa que a fibromialgia é tudo na sua cabeça. Como o estudo anterior mostrou, SPECT descobriram que as mulheres com fibromialgia tiveram alterações de fluxo sanguíneo no cérebro. Especificamente, um aumento do fluxo de sangue foi encontrado na região conhecida de discriminar dor intensidade cérebro.

Um estudo semelhante realizado há vários anos tiveram resultados quase idênticos. Nela, os pacientes com fibromialgia foram submetidos a um tipo de exame cerebral detalhada conhecida como ressonância magnética funcional (fMRI), enquanto um instrumento de forma intermitente aplicados diferentes níveis de pressão sobre a unha do polegar à esquerda.

Quando todos os participantes do estudo receberam o mesmo nível de pressão suave, o fluxo sanguíneo aumentou mais nos cérebros de pacientes com fibromialgia do que entre o grupo controle. Como no estudo mais recente, o aumento do fluxo sanguíneo que é uma medida alternativa para a actividade do nervo ocorreu em áreas do cérebro que se sabe estarem associadas com a dor.

Além disso, quando os participantes no estudo foram submetidas a diferentes níveis de pressão, os pacientes relataram dor de fibromialgia, a metade do nível de pressão que as sensações de dor causada entre controles saudáveis. Portanto, algo parece estar errado com a forma como o sistema nervoso central processa estímulos dolorosos em pacientes com fibromialgia.

Uma breve advertência sobre Lyrica

A dor da fibromialgia pode ser grave, ea maioria das pessoas não respondem aos analgésicos convencionais. Portanto, é fácil ver por que houve tal alarde quando o FDA aprovou Lyrica, a primeira droga aprovada para o tratamento de dor da fibromialgia.

Lyrica é um medicamento originalmente desenvolvido para a dor do nervo do diabético, que foi rejeitado por causa de seus resultados inexpressivos, e muitos efeitos colaterais como ganho de peso, edema, tontura e sonolência.

Uma das principais preocupações em torno Lyrica é a tendência da droga para causar ganho de peso considerável, especialmente considerando que muitos pacientes com fibromialgia já estão com sobrepeso. Dentro de três meses de ensaios da droga, 9 por cento dos pacientes tiveram um ganho de peso de mais de 7 por cento, e seu peso é mantido a aumentar de forma constante com o passar do tempo.

E, como você já pode suspeitar, este é um risco elevado, considerando que a fibromialgia não pode ser curada com uma pílula.

Como para diminuir a dor e sintomas de fibromialgia naturalmente

Um programa de tratamento natural para a fibromialgia deve incluir uma abordagem em três vertentes:

1. Reparação emocional

normalização bioenergética de trauma emocional anterior é o tratamento mais eficaz para a fibromialgia eu sei neste momento.

Existem muitas técnicas diferentes, que podem ser aqui utilizados, mas a técnica de liberdade emocional (EFT) dá bons resultados. TLE é um procedimento que leva elementos como descobertas anunciadas de Albert Einstein (tudo, incluindo o seu corpo, é composto de energia) e a antiga sabedoria da acupuntura chinesa.

Em essência, a técnica de liberdade emocional é uma versão emocional da acupuntura, a não ser que as agulhas não estão envolvidos. No entanto, certos pontos de liberação são estimulados tocando-lhes com os dedos. Além disso, as noções básicas de EFT pode ser aprendida por qualquer pessoa e pode ser auto-aplicado (geralmente em minutos).

2. As mudanças dietéticas

Pessoas com fibromialgia podem experimentar uma redução em seus sintomas, eliminando um ou mais alimentos de sua dieta, incluindo:

• milho
 • trigo
 • Dairy
 • Citrus
 • soja
 • Porcas
 • álcool
 • Os alimentos processados

Depois de um bom plano de nutrição, incluindo a identificação de seu tipo nutricional irá ajudar na eliminação desses alimentos. Um estudo mostrou que aproximadamente metade dos pacientes relataram uma redução significativa na dor após duas semanas sem comer qualquer dos potenciais alergénios alimentares, e mais do que 75 por cento relataram uma diminuição nos outros sintomas, tais como dor de cabeça, fadiga e edema.
 Cura Soup para a fibromialgia.

3. Exercício

Pessoas que sofrem de dor da fibromialgia tendem a coíbe de exercício, e de forma compreensível. No entanto, a pesquisa mostra que uma combinação de treinamento físico e força aeróbica pode melhorar os sintomas da fibromialgia.

Em um estudo conduzido por pesquisadores da Harvard, depois de trabalhar por 20 semanas, as mulheres com esta condição relataram melhora da força muscular e resistência, e diminuiu os sintomas incluem dor, rigidez, fadiga e depressão.

Se você ou um ente querido tem fibromialgia, recomenda-se trabalhar com um especialista em exercício que pode ensinar específica certamente facilitar o seu processo de cura.

Finalmente, à medida que trabalha para normalizar seus traumas emocionais ao longo dos seguintes terapias podem ajudar a reduzir a dor e ter você de volta no caminho certo para a saúde óptima:

técnica de integração Neuroestructural (TIN) TIN é uma série de técnicas de massagem suave que têm efeitos surpreendentes e profundos sobre a normalização dos músculos. Ao contrário de massagem, ou manipulação ou ajustamento, os benefícios parecem ser de longa duração, geralmente a partir de sessões de Março de 10 minutos são tudo que você precisa para um alívio permanente supondo que você está bem cuidado do problema e alimentos no início traumas emocionais .

cuidados quiropraxia disciplinas especialmente quiropraxia que abordam os componentes emocionais, tais como estanho, TLE, SPECT, você deve encontrar um bom quiroprático se você atualmente não sei de um.

estudos de acupuntura ocidentais têm mostrado que o uso da acupuntura nos pontos de dor reduz o fluxo sanguíneo em áreas chave do cérebro em segundos, o que pode explicar como esta técnica antiga pode ajudar a aliviar a dor. Também tem sido sugerido que a acupuntura pode ajudar a apoiar a actividade da química natural do seu corpo que age contra a dor, e estudos têm encontrado para proporcionar alívio da dor da fibromialgia por até 16 semanas.

Pesquisa e tradução de Vida Lucid
 imagens shutterstock

190

Comentários - 0

Sem comentários

Adicionar um comentário

smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile
Caracteres restantes: 3000
captcha