"Guerreiro Prehistoric" dos mares, encontrada no Brasil

Um esqueleto pertencente a uma nova espécie de crocodilo pré-histórico foram descobertos no Brasil, paleontólogos brasileiros anunciou. Seu anúncio vem confirmar a teoria de que os crocodilianos têm sobrevivido e até prosperado após a extinção dos dinossauros há 65 milhões de anos, como demonstrado pelo grande número de fósseis descobertos na África, América Latina e mesmo na América do Norte.

 Chamado GUARINISUCHUS MUNIZI Muniz memória paleontólogo Geraldo da Costa Barros Muniz animal foi caracterizado como um verdadeiro u0026 ldquo; guerreiro u0026 rdquo;, dada a capacidade de se adaptar e sobreviver em um mundo que não há muito tempo foi dominada por grandes predadores em paleocene: mosazaurii, ichtyosaurii ou répteis marinhos.

Apesar de não atingir o tamanho colossal de seu parente distante, Sarcosuchus imperator, que ultrapassou os 12 metros de comprimento e 8 toneladas de peso GUARINISUCHUS MUNIZI embora como apenas três metros de comprimento, foi um dos predadores dominantes nos mares e oceanos 62 milhões de anos atrás.

u0026 Ldquo; Uma das razões pelas quais consideramos o GUARINISUCHUS MUNIZI Muniz é apenas um verdadeiro lutador que sobreviveu maiores extinções em massa e assim alcançou o topo da cadeia alimentar, apesar de seu pequeno tamanho. O tamanho é importante, mas nem sempre, pensar apenas piranha u0026 rdquo;, enfatiza Alexander Kellner, paleontólogo do Museu Nacional do Rio de Janeiro.

u0026 Ldquo; Com base nesta descoberta, podemos reconstruir um episódio importante na costa brasileira pré-história. Mas nós queremos saber se a mesma coisa acontece em outros continentes, embora agora só podemos inferir u0026 rdquo;, Kellner conclui.

Fonte: Reuters
0

Comentários - 0

Sem comentários

Adicionar um comentário

smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile
Caracteres restantes: 3000
captcha