Mais de 15.000 pessoas presas na China por "pôr em perigo a segurança da Internet"

A China é um dos países mais hostis quando se trata de liberdade de expressão e de regras estritas relativas à Internet são famosos em todo o mundo. As regras acabam de se tornar ainda mais hostil aos cidadãos.

Pelo menos podemos supor que ler o anúncio mais recente do governo. Aparentemente, 15.000 pessoas foram colocadas na prisão por crimes "colocar em perigo a segurança da Internet". A polícia investigou 7.400 casos de crime, lê um comunicado do Ministério da Segurança Pública. Não se sabe quanto tempo tem havido prisões, mas se refere a um caso em dezembro do ano passado.

Parece que estas medidas irão continuar a apertar, dado que no mês passado o governo lançou um programa de seis meses chamado "Internet limpa". A campanha também se concentra em resolver grandes casos e a destruição da quadrilha online. No entanto, "Internet limpa" foi focado até agora sobre o encerramento de sites que oferecem "informações ilegais e lesivos" com anúncios de pornografia, explosivos, armas e jogos de azar. Ao todo, a polícia está investigando 66.000 tais sites.

Desde que chegou Xi Jinping presidencial aumentou gradualmente o controle sobre a Internet, que o Partido Comunista considera muito importante. China tem a rede de censura online mais sofisticado, mundialmente conhecida como a Grande Muralha da China fogo.

5

Comentários - 0

Sem comentários

Adicionar um comentário

smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile
Caracteres restantes: 3000
captcha