Quin Cipro comprimidos

apresentação
500 comprimidos revestidos por película mg; ct. x 1 blisters. x 10 cpr.


indicações
 Administração sistémica: infecções não complicadas e complicadas causadas por organismos susceptíveis ciprofloxacina: infecções respiratórias; infecções otorrinolaringológicas; infecções oculares; infecções renais e do tracto urinário; infecções genitais; infecções do trato gastrointestinal, infecções das vias biliares, peritonite; infecções da pele e tecidos moles; infecções de ossos e articulações; sepsis; infecções, aumento do risco de infecção (profilaxia) em pacientes imunocomprometidos; descontaminação intestinal selectiva em pacientes imunossuprimidos. A administração tópica: úlceras corneanas com Pseudomonas aeruginosa, Serratia marcescens, Staphylococcus aureus, Staphylococcus epidermidis, Streptococcus pneumoniae, Streptococcus; conjuntivite bacteriana: Haemophilus influenzae, Staphylococcus aureus, Staphylococcus epidermidis, Streptococcus pneumoniae; otite externa difusa, infecções do ouvido com outros agentes patogénicos sensíveis.


Dosagem e Administração
 A administração sistémica: Adultos: interno: 125-500 mg de 1-2 vezes / dia; Solução para perfusão: 100-400 mg, 1-3 vezes / dia. O tratamento i.v. inicial Ele pode ser continuado com admininistrarea interno. Duração do tratamento, pelo menos, três dias após o desaparecimento da febre ou sintomas clínicos. Os pacientes idosos e aqueles com doses IR estão adaptados para a gravidade da doença e a depuração da creatinina. A administração tópica: Conjuntivite: 12 gotas de 15 min - 4 horas, dependendo da doença a ser tratada. Auricular: 3-4 gotas 2-4 vezes / dia ou mais frequentemente conforme necessário.


contra-indicações
 Hipersensibilidade. As mulheres grávidas.


avisos
 administração do sistema: Dawn of diarreia grave e persistente esconde colite pseudomembranosa. Pode haver um aumento temporário das transaminases, fosfatase alcalina ou icterícia colestática. Precaução em doentes com epilepsia, depressão ou psicose. Para sinais de tendinite, a administração deve ser interrompido. Precaução em doentes com miastenia gravis. Em crianças e adolescentes, há possibilidade de artroplastia grave. Deve evitar a exposição directa ou excessiva ao sol ou UV.


No intravenosa reacções cutâneas locais. Na administração tópica: antes de usar lentes oftálmicas devem ser removidos. administração auricular requer uma monitorização cuidadosa do paciente. A utilização prolongada pode levar à disseminação de organismos resistentes, incluindo fungos, o olho, ou o canal auditivo. O tratamento será interrompida se a ocorrência de rash cutâneo ou qualquer outro sinal de hipersensibilidade.


Por favor note quando combinado com ferro, sucralfato, antiácidos contendo magnésio, alumínio, cálcio, zinco ou sais, como tampão (anti-retroviral), teofilina, ciclosporina, varfarina, glibenclamida, probenecida, metoclopramida, didanosina, cafeína. Atenção motoristas e pessoas com atividades com precisão.



 reacções adversas
 Depois de astenia a administração sistémica; náuseas, diarreia, dor abdominal, moniliasis, dispepsia, testes hepáticos de modificação, o aumento da fosfatase alcalina, a anorexia, flatulência, icterícia, colite pseudomembranosa, hepatite, necrose hepática; prurido, exantema maculopapular, urticária, fotossensibilidade, sudorese, síndrome de Stevens-Johnson, síndrome de Lyell; flebite e tromoboflebita, taquicardia, enxaqueca, síncope, vasodilatação, vasculite; creatinina elevada e ureia, edema, hiperglicemia; artralgia; , Inflamação das articulações mialgia, tendinite, ruptura do tendão (predominantemente do tendão de Aquiles), exacerbação da miastenia gravis; insónia, agitação, confusão, alucinação, parestesia, ansiedade, tremores, convulsões, psicose, aumento de pressão intracraniana; distúrbios da sensação de gosto, parosmia, anosmia; eosinofilia, anemia, leucopenia, leucocitose, protrombina anormal, trombocitopenia ou trombocitose; reacções alérgicas, febre, reacções anafiláticas / anafilaxia; dispnéia, edema de laringe; zumbido, redução transitória audição, distúrbios visuais, diplopia, cromatopsia; IRA, candidíase vaginal, hematúria, Cristalúria, nefrite intersticial; As reacções cutâneas locais de intravenosa. Após ocular: queima, sensação de corpo estranho, prurido, hiperemia conjuntival, queratopatia / ceratite, reacções alérgicas, edema da pálpebra, lacrimejamento, fotofobia, náusea córnea infiltrada local ou desconforto, diminuição da acuidade visual, reacções de hipersensibilidade, o precipitado branco porção cristalina da superfície da córnea.





0

Comentários - 0

Sem comentários

Adicionar um comentário

smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile
Caracteres restantes: 3000
captcha